BrasilTecnologia

Dia da Terra: em 1 ano, Metrô de SP evita emissão de quase 650 toneladas de CO²

STM* está na lista das 100 mais influentes em mobilidade urbana

Metrô de São Paulo tem a sustentabilidade como norte de suas ações e projetos de expansão da rede.

No último ano, o modal evitou a emissão de 648 mil toneladas de CO2 na atmosfera, gerando ganhos sociais calculados em quase R$ 13 bilhões. Na comparação com o ano anterior, as emissões de carbono da empresa reduziram 3% em 2023.

A companhia estadual ainda registrou queda de mais de 20% no consumo de energia de tração dos trens entre 2015 e 2023. A melhora vem acompanhada de um aumento na demanda de passageiros, que foi de 7% entre 2022 e 2023, indicando ganho de eficiência energética.

Neste 22 de abril em que se é comemorado o Dia da Terra, o Metrô de São Paulo se mostra como bom exemplo de adoção de boas práticas ambientais, sociais e de governança.

Desde o último mês, a empresa está na lista das 100 empresas mais influentes em mobilidade urbana, um reconhecimento à sua agenda ESG (meio ambiente, social e governança).

O ranking é baseado em estudo desenvolvido pelo Parque da Mobilidade Urbana, da Plataforma Connected Smart Cities, em parceria com o Mobilidade Estadão.

Uma das ações a se destacar são os testes realizados com turbinas eólicas nos túneis da Linha 2-Verde do Metrô, em parceria com o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), com o objetivo de encontrar soluções sustentáveis que possam ser escaladas no sistema.

Durante os testes foram gerados 2kw/dia com o deslocamento de ar pela movimentação dos trens – o que é suficiente para iluminar túneis ou uma estação de médio porte, por exemplo.

Sustentabilidade nos transportes metropolitanos

À medida que a preocupação global com as mudanças climáticas se intensifica, os Transportes Metropolitanos de São Paulo se destacam na adoção de práticas sustentáveis para reduzir significativamente a pegada de carbono da região metropolitana (RMSP), a maior em adensamento populacional da América Latina.

Com o apoio das empresas vinculadas à STM, o setor tem passado por uma transformação notável, concentrando esforços em iniciativas eco-friendly que visam tornar o sistema mais sustentável.

O compromisso é em liderar o caminho em direção a uma mobilidade urbana mais verde e eficiente, com exemplos claros de incorporação de veículos elétricos na frota de transporte público, reduzindo significativamente a pegada de carbono e promovendo a adoção de tecnologias limpas.

STM

STM cuida diariamente do transporte de 8,5 milhões de passageiros, na média dos dias úteis.

São passageiros que usam os ônibus gerenciados pela EMTU, além dos trens do Metrô, da CPTM e das linhas 4-Amarela, 5-Lilás, 8-Diamante e 9-Esmeralda, estas quatro últimas concedidas à iniciativa privada.

A Estrada de Ferro Campos do Jordão, no interior do Estado, também é responsabilidade da STM.

*STM: Secretaria dos Transportes Metropolitanos –

Fonte: Governo do Estado de São Paulo

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo